http://aerogid.net/wp-content/uploads/2014/11/wpid-spokoynoy-nochi_i_11.jpg 
Abriu o navegador e por alguma razão seus olhos correram para o lado direito, os poucos nomes acessíveis ao seu status listados. A tala razão também, com sorriso encantador e uma ponto  verde zombeteiro que praticamente parece brilhar em neon do lado. Ela clica, e parte para o velho ritual: resmunga e reclama com a foto. Uma exclamação digna de anime japonês outras xingamentos carinhoso. E depois o maldito “quero falar com você, mas o que eu falo?”.

A luz continua lá, e ela passando mentalmente algumas saídas de diálogos que parecem cada vez mais desconexos. Ela é a rainha do desconexo, do random, é claro. Mas nenhum parece dá certo. Depois de um tempo finalmente pensa em algo, e quase grita um “Eureca”. Volta para a janela e abre a aba de chat. Mas ai olha para o lado e o ponto neon virou um celular... outra vez não!


2 Comentários

  1. Sobre esse texto: minha vida, minha história. HAHA
    CARA! Ficou tão ♥_♥, sério. Porque deu pra se identificar super com o (seu) desespero dela, pelo menos comigo, passo por praticamente tudo igual, inclusive reclamar da foto xD
    Enfim, o texto ficou amor, apesar de curto, tem começo, meio e fim, ficou completo.
    Como eu faço esse tipo texto também, e amo, acho bom a senhora fazer mais ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem nunca ficou brigando com a foto como se fosse a pessoa na sua frente? kkkkkkkkkkk
      Farei mais quando inspiração bater.

      Excluir