Autor: Raymond Khoury
Título Original:  The Last Templar
Páginas: 476 Páginas
Editora: Ediouro

Sinopse: Quatro homens mascarados montados a cavalo, vestidos como Cavaleiros /Templários, irrompem na noite de gala de inauguração de uma exposição do Vaticano no Museu Metropolitan e roubam um misterioso decodificador medieval, lançando o agente do FBI Reilly e a arqueóloga Tess Chaykin numa corrida mortal por três continentes em busca do local final de descanso do Templo do Falcão e a perturbadora verdade sobre a sua carga.

Ainda na temática terra santa e templários hoje trago para vocês minhas observações uma das últimas leituras que fiz, o que acabou não caindo muito longe do tema do último post. Encontrei esse livro ano passado enquanto perambulava pela biblioteca da minha faculdade. Hábito bem comum por sinal. Enquanto fui pegar a sinopse do livro para esse post descobri que existe também um filme hormônio baseado na obra de Khoury lançando em 2009, não sei dizer se é bom, mas se alguém souber pode contar nos comentários.
Em se tratando do livro eu já adianto que achei uma leitura muito boa, gostosa e distrativa. O texto flui fácil e tem uma linguagem desenrolada. Além disso, ao menos essa edição que peguei, tem um espaçamento de 1,5, sem contar com notas de rodapé que ajudam em algumas peculiaridades relatadas na trama.
Assim como em Assassin’s Creed a história se divide em dois tempos (quando peguei o livro achei que era só passado, porque tenho a mania de ler o prólogo ao invés da sinopse, quando estou garimpado na biblioteca). Ao contrário da famosa franquia, a maior parte de O Último Templário se passa no presente, conforme devem ter notado pela sinopse, e as alusões ao passado se dão por capítulos “flashback” relacionados ao seguimento da investigação.
O trabalho de Tess e Reilly, os protagonistas, no quesito investigação não é nada fenomenal ou que não tenhamos visto até o momento no gênero investigativo. Mas, eu particularmente, gostei das sacadas em relação a reflexão religião x terrorismo x política, através da história, as divergências entre as três principais religiões (cristianismo, judaísmo e Islã), e o papel geral da fé para o ser humano. As questões são trazidas de formas até despretensiosas, e não “doutrinativas”.
Os personagens no geral também seguem uma linha mais “cinza”, de modo que embora você possa não concordar com tudo que dizem ou façam, ainda assim entende sua lógica, e os gatilhos de suas ações. Por vezes sendo até simpático a eles.
A Ação na trama é bem balanceada, assim como o suspense. Além disse para quem anda enjoado de romance, vai ficar satisfeito em saber que ele não é forçado, flui no background, mas não nos satura. Como já era de se esperar, temos um final reflexivo, e para falar a verdade o epilogo me lembrou algumas cenas do meio de AC, o que no momento é só uma nova fonte de surto. E por sinal, acho que quem gosta dos jogos vai ser apreciar o livro também.


14 Comentários

  1. Não sou muito de ler mas adoro sempre saber a opinião de que o faz
    Beijinhos
    CantinhoDaSofia /Facebook /Intagram
    Tem post novos todos os dias

    ResponderExcluir
  2. Este é mesmo o tipo de livro que gosto de ler, quem sabe ainda o compro! :) Beijinhos
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderExcluir
  3. Olá, Pryh. Tudo bem?
    Gosto muito desse estilo de leitura, apesar, de não ler com muito frequência. Não conhecia o livro, mas após sua resenha fiquei curioso. Parece uma ótima fuga de romance e dramas.

    Até mais. https://realidadecaotica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Boa noite, Pryh, adorei a sugestão do livro, sua resenha ficou excelente deu vontade de ler, pois eu aprecio muito uma boa leitura.
    Um ótimo final de semana.
    Beijinhos!!
    https://kellyrlopes2015.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Pela resenha o livro parece muito bom mesmo e a temática muito me interessa. Continue dando ótimas dicas como esta. Prazer em conhecer seu espaço Pryh
    Um grande abraço!
    http://gotasdevalor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Adorei a historia desse livro, gosto de filmes assim, ja livros não são meus preferidos.
    Este parece muito bom!
    Bjos!
    https://thaydreams.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Que tudo! Adoro histórias assim! E eu não sabia que tinha o filme. Vou procurar pra assistir!!!

    =)

    Suelen Mattos
    ______________
    ROMANTIC GIRL

    ResponderExcluir
  8. Não conhecia o livro, mas acabas te de ameaçar a minha carteira!

    ResponderExcluir
  9. Olá, tudo bem??
    Não conhecia o livro, mas sinceramente não me senti instigada a ler, ainda mais quando se trata de algo vindo de jogos, o que eu não faço de jeito nenhum haha. Mas eu gostei muito de sua resenha e a forma empolgante com a qual a escreveu. Não posso negar que já li livros que vieram dos jogos, mas tem que me chamar muito atenção. Xero!

    minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Gostei muito da resenha porque eu adoro livros que tem uma boa leitura e boa escrita.
    Adorei a capa do livro e a sinopse é bem interessante, já está na lista para eu ler. *--*
    Beijos. ♥

    Diário da Lady

    ResponderExcluir