A verdade sobre mim é que, embora eu possa gostar de muitas coisas, enjoou fácil. A mesmice me entedia, e logo me vejo desinteressada. Algumas vezes rápido demais. Tenho lá minhas rotinas, mas no geral não sou das maiores apreciadoras de repetição.
Posso me cansar até mesmo de algumas pessoas, não é por mal, ou por que elas sejam desinteressantes — bem, algumas são — acontece que essa é uma de minhas características. Eu simplesmente aprecio o dinamismo e tenho uma alma de beija-flor, que tenta apreciar o melhor de cada um, mesmo que para isso precise se dividir entre muitos e em espaços intermitentes. Volúvel, admito.
O ponto é: não suporto ser presa, cobrada por coisas que não são do meu feitio, estancada num só lugar. Isso não me reflete, e tentar com que eu pareça assim não adiantará de nada. Como água sofrendo cada vez mais pressão dentro de um recipiente em algum momento, espontaneamente, irá rompê-lo e escoar pra longe. É natural, faz parte da natureza desse elemento assim como faz parte da minha. O preço de situações assim, de pessoas com essa mentalidade não valem pra mim, It's just not worth the prize, It's only a fool's Paradise...

Se, é algo que fará com que eu perca parte de minha própria essência, não, não é algo que eu queira obter. 


Deixe um comentário