– Eu me enfureço comigo mesmo – disse ele delicadamente – Por não conseguir manter você longe do perigo. Minha própria existência a coloca em risco. Às vezes eu me odeio verdadeiramente. Eu devia ser mais forte, devia ser capaz de...
Coloquei a mão em sua boca.
– Não.
Ele pegou minha mão, movendo-a pelos lábios, mas a segurou em seu rosto.
Eu te amo – disse ele. – É uma desculpa ruim para o que estou fazendo, mas ainda assim é verdadeira.
Foi a primeiravez que ele disse que me amava – com todas as letras. Ele podia não perceber isso, mas eu sem dúvida percebi.
– Edward e Bella - Twilight - Pagina 264–


Deixe um comentário