Estive pensando... E se de repente você pudesse ver as pessoas como elas realmente são?
Eu provavelmente não me decepcionaria com a maioria delas. Eu sou do tipo que gosto rápido das coisas. Talvez aí esteja meu erro. Quando você gosta, você cria expectativas, e se decepciona.
Eu podia dizer tudo que eu penso, eu poderia falar tudo que eu quisesse. Eu posso. Porém, não como qualquer outra pessoa, eu prefiro guardar. Guardar por que por mais que as pessoas nem mesmo mereçam um verbo seu, elas fazem as coisas por impulso. Essas pessoas nem pouco se importam com o que as outras vão sentir com o que elas dizem, elas pouco se importam se você vai parar tudo pra escutar aquela música que as faz lembrar, ou até mesmo deleta-las por sentir nojo das suas lembranças.
Pessoas assim eu ainda converso porque... bom eu nem sei por que. Talvez eu saiba, mas prefiro não dizer. Por que palavras mal pronunciadas proporcionam entendimentos diferentes.
Pessoas assim eu bato palma por infelizmente ainda existirem.


04-03-2011


Deixe um comentário